Explicações sobre a Iniciação

O que é a iniciação?

Iniciação é o nome dado a um processo mágico-religioso que transforma o neófito em Sacerdote, ou seja, com a iniciação o dedicado que antes era um estudante agora passa a ser um sacerdote da Religião. A iniciação é também o momento em que o dedicado recebe um selo, um chave, para poder acessar a egrégora da tradição na qual foi inserido.

O que é preciso para alcançar a iniciação?

Para ser iniciado na WICCA é necessário que se estude com muito empenho a filosofia, a teologia e a liturgia desta Religião até alcançar um grau satisfatório de conhecimento, para tanto deve-se adquirir livros sérios feitos por sacerdotes da Religião, ler websites sobre o assunto, trocar idéias com outros estudantes e sacerdotes e quando possível receber treinamento em um coven.

Quando o adepto sentir que está pronto e alcançar resultados em suas práticas e interação religiosa para ser um(a) Wiccano(a) - aceitando todos os princípios e regras da WICCA – Ele vivenciará um período chamado ‘Dedicação’ que corresponde a preparação do corpo, da mente e do espírito para que se torne um sacerdote pleno após sua iniciação.

O que é e como funciona a Dedicação?

A dedicação é um período de aproximadamente 1 ano em que o neófito (estudante) dedica-se exaustivamente às práticas e celebrações da Religião como forma de amadurecer para alcançar o sacerdócio.

Neste período o dedicado celebra todos os Sabbaths, todos os Esbbaths, executa ritos e ritualísticas individuais, conclui exercícios para que ele alcance um bom controle energético, uma boa capacidade de meditação, de concentração e visualização. Além, é claro, do dedicado ampliar e fortalecer a sua interação com as divindades.

Existem dois caminhos para neófito seguir na atualidade: o Caminho Solitário – quando este não encontra COVENS em sua região ou não deseja praticar em grupo; e o Caminho Tradicional – Onde o neófito é aceito, treinado e pratica em um coven de uma tradição específica na qual ele se sentiu atraído.

Muitas vezes é preciso passar por mais de um período de dedicação para alcançar a maturidade necessária à iniciação.

Como receber a iniciação?

Assim como existem duas formas de seguir a WICCA – Solitariamente ou através de uma Tradição – existem também dois tipos de iniciação:

- Auto-iniciação quando for solitário.
- Iniciação Formal investida por um Sacerdote experiente da tradição escolhida.

 A auto-iniciação corresponde a uma ritualística feita pelo solitário que já pratica e vivencia a WICCA há muitos anos e que deseja firmar um compromisso perante os DEUSES e a comunidade Wiccana em geral. O auto-iniciado não pertence a nenhuma tradição e não pode, de modo algum, iniciar alguém em uma tradição, pois, independente do estudo que tenha feito, ele em nenhum momento fez parte de uma tradição para querer ou poder responder por ela.

Sendo assim, um auto-iniciado é sacerdote de si e pode, no máximo, auxiliar outros solitários ou auto-iniciados a seguirem tal caminho com maior seriedade através da troca de conhecimentos.

Atenção: Nós, da Família Old Religion, compreendemos a grande polêmica por trás da aceitação da Auto-iniciação, porém, preferimos nos manter completamente neutros quanto a esse assunto. Sendo assim, disponibilizamos informações Neo-Wiccans e Wiccans tradicionais. Cabe ao estudante escolher seu caminho.

A iniciação formal é adquirida através da aceitação e convivência dentro de um coven de alguma tradição específica. Cada tradição, normalmente, possui pequenas diferenças para treinar e iniciar seus sacerdotes, tais diferenças estão presentes no tempo que demoram os estudos e a dedicação, nos mecanismo utilizados no RITUAL de iniciação e na hierarquia sacerdotal, onde alguns seguem hierarquias e outros não.

Um iniciado formal pode iniciar outra pessoa, porém somente na tradição da qual ele faz parte. É possível também a um sacerdote que alcançou o maior grau hierárquico de sua tradição.

Sacerdotes de tradições mais antigas, principalmente Gardnerianos, definem que a auto-iniciação não tem validade, devido a falta de transmissão de poder e linhagem, onde o neófito não vai receber o treinamento - oral e prático, correto para adquirir conhecimentos específicos da religião que não são divulgados em livros ou sites. Além de não possuírem os selos para acessarem e passarem pelos Guardiões. É importante respeitar essa opinião, mas também é interessante saber que ela não é unânime nem mesmo na comunidade Gardneriana.

Fontes: Família Old Religion.

Sem comentários

Você deve entrar para comentar.